jun 18

Bolhatrix

Imagine que, ao invés de apenas ler as palavras a seguir, você está as ouvindo de uma mensagem de vídeo que começou a tocar no seu computador, sabe-se lá de onde ou por que razão. A mensagem é falada por um sujeito de voz grave, óculos escuros e que poderia muito bem
ter em cada mão uma pílula de cor vibrante. Dá pra ver o reflexo das mãos e das pílulas nos óculos escuros dele. Ele diz mais ou menos assim: (clique aqui para ler o texto que chega de fora da matrix)
Autor: Alexandre Oliva

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

maio 22

Cultura Livre – Direitos Autorais na Internet

O artigo discute os direitos autorais no campo virtual, em virtude da crescente circulação de obras na rede. Por meio de levantamentos bibliográficos, objetiva-se refletir sobre os limites entre os direitos do autor e as leis do uso da internet, esperando-se conciliar esses dois aspectos.
Autores: Isabela Munhoz Braga
Lívia Vieira Coutinho Chagas

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

maio 21

Liberdade virtual à luz do letramento crítico: o professor como agente transformador

Com base na leitura de textos relacionados aos temas em questão e nas práticas adotadas no ensino de língua estrangeira, este artigo visa apresentar e discutir as possibilidades de abordagem nas quais o letramento digital seja feito à luz do letramento crítico, viabilizando discussões em aula sobre a importância da liberdade virtual, de modo que o professor seja um agente multiplicador no processo de adoção de ferramentas que levem a liberdade aos usuários de tecnologia.
PALAVRAS-CHAVE: letramento digital, letramento crítico, tecnologia e ensino de língua estrangeira, liberdade virtual, professor.
Autores: Ester Guimarães Teixeira

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui