jun 18

Bolhatrix

Imagine que, ao invés de apenas ler as palavras a seguir, você está as ouvindo de uma mensagem de vídeo que começou a tocar no seu computador, sabe-se lá de onde ou por que razão. A mensagem é falada por um sujeito de voz grave, óculos escuros e que poderia muito bem
ter em cada mão uma pílula de cor vibrante. Dá pra ver o reflexo das mãos e das pílulas nos óculos escuros dele. Ele diz mais ou menos assim: (clique aqui para ler o texto que chega de fora da matrix)
Autor: Alexandre Oliva

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

jun 03

Letramento Digital: competências e habilidades para navegação em rede

A discussão a que se propõe este trabalho apresenta como objetivo nortear alguns conceitos que permeiam o letramento digital. Por meio de uma pesquisa bibliográfica, relaciona o desenvolvimento do letramento digital, sua importância, bem como a necessidade de habilidades e de competências que possam assegurar o uso das tecnologias em seus mais diversos aspectos.
Autores: Josiane Brunetti Cani Ferrari

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

jun 02

Anacronia: Walter Benjamin e a Cultura Livre

RESUMO: Este trabalho propõe uma aproximação entre as considerações feitas por
Walter Benjamin, no célebre A obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica (BENJAMIN, 2004), e o conceito contemporâneo de Cultura Livre. Tal aproximação, em princípio anacrônica, encontrará pertinência na medida em que deslocarmos as proposições teóricas do filósofo alemão para objetos de arte de nossos dias, criados e difundidos na chamada Sociedade da Informação.
Palavras-chave: Cultura livre. Sociedade da Informação. Reprodutibilidade técnica.

Autores: Simone Garofalo, Gleidston Alis Mendes de Campos

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

jun 06

Influências e Possibilidades do Uso da Tecnologia da Informação na Educação

O autor relaciona educação e tecnologia, tomando como ponto de partida a maneira com que os avanços tecnológicos influenciaram o ensino de modo geral através dos tempos. A partir da análise dos diferentes cenários educacionais e dos rumos tomados pelas pesquisas, disserta sobre os ganhos que a tecnologia trouxe para a educação e quais são as possibilidades presentes e futuras.
Autores: Gustavo Cançado de Azevedo: gustavo.azvd em gmail.com

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

jun 06

Computação e Software Livre no auxílio de Pesquisas em Universidades

O avanço da tecnologia depende da ruptura de barreiras impostas pelas limitações das tecnologias existentes. Cria-se então uma demanda por ferramentas robustas capazes de processar uma quantidade de informação cada vez maior. Neste cenário, ferramentas computacionais propiciam a resolução dos problemas existentes e o surgimento de novas tecnologias. Neste artigo mostraremos a importância do Software Livre em diferentes linhas de pesquisas acadêmicas.
Autores: André Batista Oliveira: andreoliveira.it em gmail.com
Alberto de Sá Cavalcanti de Albuquerque: alberto.heenett em gmail.com
Diogo Alves Araújo: diogoalvesaraujo em gmail.com
Tiago Henrique Valadares Mendes de Moura: thvaladares em gmail.com
Abner Luís Panho Marciano: abnermg77 em gmail.com

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

jun 06

O software livre no âmbito social

Em meio a grandes transformações na sociedade, um ramo do capitalismo digital surge ,o movimento de software livre, que proporciona ao proletariado um melhor acesso ao seu meio de trabalho. Nas escolas públicas aparece também a oportunidade de um melhor conhecimento computacional, trazendo consequências positivas socialmente.
Autores: Lucas Andrade Lisbanho: lucas.al480 em hotmail.com
Ideir Tadeu de Carvalho Júnior: jrcruzeiro em yahoo.com.br
Giuliano Moysés Temponi: giuliano.temponi em gmail.com
Fábio Rezende Milhorato: fabio.mil em terra.com.br

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

jun 05

Software livre e a democratização do acesso a Tecnologias da Informação: Ações do governo e seu impacto social

O processo de democratização do acesso às tecnologias da informação (TI) é uma etapa crucial na trajetória de qualquer nação em desenvolvimento. Entre as estratégias inclusivas adotadas no Brasil, estão projetos e ações que facilitam o acesso de pessoas de baixa renda às TIs.
Dentro dessa perspectiva, o Ministério das Comunicações colocou em prática, em 2005, o projeto de inclusão digital do governo federal, que registrou mais de 19 mil máquinas financiadas em apenas 3 meses de atividade. Os computadores vendidos dispunham do sistema operacional Linux e um conjunto de softwares livres com 26 aplicativos. Outra ação foi a implantação de telecentros comunitários, de grande sucesso num período inicial, mas que encontra-se praticamente estagnado nos dias de hoje. No primeiro ano foram criados 6.000 telecentros no país, mas hoje, seis anos mais tarde, o total de telecentros é de pouco mais que 8.000, sendo que a maior parte destes está concentrada em Minas Gerais.
Este artigo apresenta uma revisão das ações do governo e dados estatísticos. Analisa-se primeiramente a extensão da inclusão digital que, de fato, resulta de tais iniciativas seus impactos na sociedade. Por fim, analisa-se a importância dos softwares livres nesse processo.
Autores: Camila de Matos Passos: camila.matosp em gmail.com

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui