nov 15

Software livre na educação

Software livre (SL) tem como base não o lucro, mas sim a criatividade e as possibilidades de expressão que são garantidas ao usuário. Sua principal característica é o livre acesso ao código-fonte, em que, partindo-se das suas modificações estruturais, o software livre traz a facilidade de ser recriado pelo usuário com fins acadêmicos ou de experiências compartilhadas por um estudante.
Autores: Jefferson Rocker Miotto
Roberto Junior Savi Mayer

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

nov 15

A influência do discurso religioso no ensino sob a perspectiva da semiótica

Analisamos, neste artigo, as respostas da diretora e da vice-diretora de uma escola cristã em Belo Horizonte acerca de sua opinião sobre o ensino da perspectiva pedagógica, nas escolas. Nosso objetivo é entender como a religião influencia o ensino dos alunos. O objeto de análise estará registrado no suporte vídeo – essencial para entendimento desse trabalho e possível encontrá-lo, também, nos anexos- e os trechos analisados, transcritos no artigo. Como metodologia, decidimos nos basear no Percurso Gerativo do Sentido; a fim de observar, sob a perspectiva do Nível Narrativo, como opera a visão de mundo das depoentes.
Autores: Ana Santoro Meira
Gabrielle Glauss
Rafael Ornelas Dias

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

nov 15

A Importância da Arte na Educação Infantil Inclusiva

Pretende-se discutir a importância das Artes na educação inclusiva, como um processo de mudança e adaptação do ambiente para acolhimento dos indivíduos com deficiência. Pretende-se mostrar como o ensino das Artes coopera para inserir crianças com deficiência na sociedade, quebrando o paradigma do raciocínio lógico-matemático, e favorece o desenvolvimento infantil para a formação individual, estimulando a criatividade, imaginação e sensibilidade. A análise baseia-se em pesquisa bibliográfica, inclusive a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e as recomendações referenciais do Ministério da Educação.
Autores: Madelene do Vale Martins
Rebecca Seabra de Oliveira

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

nov 15

Construção da ironia em tirinhas por sua unidade de sentido

Neste trabalho, pretendemos analisar a construção da ironia nas relações criadas entre os textos verbais e não verbais em tirinhas, valendo-nos do percurso gerativo do sentido. O corpus foi selecionado dentro de um campo de críticas sociais, sendo escolhidos os temas política, machismo e estilo de vida, a fim de dar por esse estudo uma comparação entre as tirinhas por semelhanças e diferenças, tendo como base os níveis narrativo, discursivo e fundamental. Abordaremos nesses textos, tendo em vista aspectos verbais e não-verbais, como é dada a construção da ironia nas tirinhas.

Autores: Paloma Bernardino Braga
Werterley Germano da Cruz

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

nov 15

Dos livros para os video games: da Wonderland dos livros de Lewis Carroll para a Wonderland de American McGees.

Este artigo trata da possibilidade de os videogames poderem ser vistos como uma nova alternativa para contar histórias e reaproximar seus usuários da literatura. Traçando uma perspectiva de análise intermidiática entre as obras literárias de Lewis Caroll: “Alice no País das Maravilhas” e “Alice Através do Espelho”, para os jogos de título “American McGee’s Alice” e “Alice Madness Returns”, pretende-se mostrar como uma mídia complementa a outra, acrescentando à experiência de leitura novas formas de absorção do conteúdo dentro do texto literário.
Autores: Paula Othero Barreto Sansevero Martins

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

nov 15

Mulheres na informática

As mulheres na informática, são de mera importância tendo em vista que tiveram uma atitude imprescindível, visto que, não são bem vistas atualmente na área, pois, há preconceitos de muitos sobre elas estarem inseridas no mercado do software. Elas ainda estão sendo vistas como donas de casa e não com a independência e desenvoltura que atuam nos meios tecnológicos.Contudo, mulheres na informática, deverá mostrar algo a mais, para salientar o processo e como hoje as mulheres estão inseridas no mercado do trabalho de software.O objetivo do artigo é apresentar mulheres que foram modelo na área de informatica, apresentar pioneiras que tiveram participação no desenvolvimento da área de computação e a importância das mulheres no âmbito tecnológico. A analise será feita por pesquisa em meios de comunicação.
Autores: Elizandra da Silveira Silva

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

nov 15

A relação entre o contexto e o plano de expressão no reconhecimento do sinal “MULHER” (LIBRAS) como icônico ou convencional/arbitrário

Em LIBRAS, uma grande parte dos sinais foi criada com base na similaridade com o objeto, permitindo seu reconhecimento através do sinal. Com o passar do tempo, alguns sinais se tornaram convencionais devido ao aspecto diacrônico da língua.
O sinal “MULHER” é marcado como convencional por estudantes de Libras ao considerar, num primeiro momento, apenas o plano de expressão. Ao ter acesso ao contexto motivador do sinal, os estudantes remarcam o sinal como icônico.
A proposta é analisar essa mudança tendo como parâmetro teórico a relação entre o contexto e o plano de expressão.
Autores: Adriana Aparecida de Oliveira

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

Este artigo recebeu Menção Honrosa pela Comissão Científica do UEADSL2017.2

nov 15

Construção de um ideário de sujeito a partir da Literatura: análise do conto A Princesa Negrinha

No Brasil a literatura contribuiu para o processo de construção da identidade nacional que padronizou ou classificou os indivíduos de acordo com o seu pertencimento étnico, ou seja, aos grupos: negro, branco ou indígena. O conto analisado foi escrito pelo inglês Chrysanthème em 1912, e foi utilizado na campanha para projeto vigente de nação, que compreendia a eugenia como forma de trazer o progresso ao país recém liberto do julgo do colonizador Português. No texto, percebe-se a formulação do que tornou-se o estereótipo do negro no Brasil e a propagação do ideal do branqueamento . A presente análise pretende discutir, com base nos conceitos de euforia e disforia greimasianos passando pelo nível fundamental ao discursivo, os termos utilizados para descrever as características físicas e sócio-psicológicas dos personagens e os aspectos dessa descrição que contribuiu para a formação de um ideário sobre a população negra e o ideário de branqueamento da sociedade em formação.

Palavras-chave: Literatura, estereótipo, racismo, construção social, branqueamento.

Texto da análise in: http://izabiluka.wixsite.com/princesanegrina – A PRINCESA NEGRINHA
Autores: Julia Cristina Souza
Naiara da Silva Reis
Jocasta Nogueira Melo
Ana Paula Reis Souza Antunes

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

nov 15

Software livre para uma sociedade mais livre

Em meio à diversidade tecnológica atual, sabemos que para executar tarefas em nossos computadores, precisamos utilizar softwares, os quais, na grande maioria são pagos e, além disso, os usuários estão submissos aos termos e condições desses softwares, a partir dai surgiram os softwares livres, os quais visam a liberdade dos usuários para usar os programas, possibilitam o estudo do programa, redistribuição de cópias do programa e a liberdade de aperfeiçoar esses programas para que toda a comunidade se beneficie.
Autores: Mariele Leticia de Lima

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

nov 15

O Percurso Gerativo de Sentido aplicado à análise de letras de “canção de protesto” no período da Ditadura Militar no Brasil (1964-1985)

Resumo: O presente projeto tem por objetivo analisar, à luz da teoria semiótica greimasiana, o percurso gerativo de sentido em duas letras de músicas que foram produzidas na época da ditadura militar. Revelando a indignação de seus compositores em relação ao regime ditatorial, essas canções valeram-se de oposições temáticas e figurativas, além da contraposição entre valores positivos e negativos, para tratar da luta contra a repressão e da busca pela liberdade. Sendo assim, pretendemos evidenciar essas estratégias e as ideias que caracterizam tais produções musicais como forma de protesto.

Autores: Karine Stefany Camilo Silva
Laís Caroline da Silva
Thalles Martins Rodrigues

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui