A importância dos gêneros jornalísticos em construção de letramentos no âmbito da educação

O presente artigo traz uma reflexão sobre a importância dos gêneros jornalísticos no âmbito da educação. Nesse sentido, analisamos os conteúdos de alguns livros didáticos escolares e observamos de que forma que esses gêneros contribuem no desenvolvimento de letramento dos estudantes. Concluímos que os gêneros em discussão proporcionam letramentos diversos bem como a construção de pensamento crítico.
Autores: Renata Mendes Assis
Tatiane Mendes Sousa
Alessandra Gomes Rodriges

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

32 thoughts on “A importância dos gêneros jornalísticos em construção de letramentos no âmbito da educação

  1. O texto discute a importância de gêneros jornalísticos não apenas no letramento, mas também, e como resultado do letramento, a importância de tais gêneros na formação de um cidadão crítico. Também me chama a atenção a pesquisa da presença desses gêneros em livros didáticos, o material didático mais comum das salas de aula brasileiras. A contextualização em escolas da zona rural também contribui positivamente em aspectos como a desconstrução de estereótipos a partir do entendimento dessas realidades, cujas discussões pouco alcançam em termos quantitativos de cidadão comuns e educadores. Por essas provocações e aprendizagens, as autoras estão de parabéns!

    • Muito obrigado! Verdade. A partir da construção deste artigo podemos perceber de forma mais clara a importância do gênero jornalístico na construção de letramento, tanto nas escolas do campo que tem relação com a realidade do estudante, tornando mais fácil a compreensão e entendimento dos mesmos, e em quaisquer escolas, é fundamental a presença deste gênero.

    • Muito obrigado! Verdade. A partir da construção deste artigo podemos perceber de forma mais clara a importância do gênero jornalístico na construção de letramentos, tanto na escola do Campo ou da cidade é fundamental a presença deste gênero. Ele proporciona uma relação entre os conteúdos curriculares com a realidade dos estudantes, facilitando assim a aprendizagem dos mesmos.

    • Obrigada! Foi uma experiência rica construir esse trabalho, analisando livros didáticos e a realidade dos estudantes de nossa região, é fundamental refletir o quão os gêneros jornalísticos são importantes na nossa formação enquanto pessoa crítica, penso que é fundamental e necessário refletir a cerca de gêneros discursivos textuais, pois eles nos garantem conhecimentos ilimitados contribuindo com uma aprendizagem em cada constante momento.

  2. Os gêneros textuais são inúmeros e cada um tem seu grau de importância. No âmbito do gênero textual jornalístico o aprendizado teórico e empírico é correlacionado a todo momento, uma vez que os alunos dinamizam em suas realidades o aprendizado adquirido com esse gênero. Além disso, o senso crítico adquirido ou aprimorado é amplamente perceptível, pois os mesmos são direcionados ao processo produtivo, tanto oral, como por escrito.

    • Muito obrigado por ter lido o nosso artigo!
      Concordo. Os gêneros textuais transforma o pensamento do sujeito, fazendo com que veja a realidade de forma crítica, criando seu posicionamento perante diversas situações.

    • Obrigada pela atenção! Ao produzir este artigo o grupo pôde reforçar ainda mais o quão o estudo de gêneros jornalísticos tem importância no ensino aprendizagem, na construção de letramentos, pois percebemos que o estudo desse gênero traz uma formação de pensamento e ponto de vista o qual permite ao estudante questionar e ter um olhar mais amplo podendo então opinar e defender sua opinião e lutar por seus direitos perante a sociedade. Acredito que o educador enquanto mediador do saber deve trabalhar com os estudantes não só questões que estão no livro didático, mas também com aquilo que é do cotidiano de cada sujeito, trabalhar com a realidade com folhetos, panfletos, jornais que circulam pela região dos discentes, para que com isso ele consiga trazer um embate maior em sala de aula, vendo que se trata de algo que é de conhecimento de todos os estudantes que por essa justa causa, pode garantir maior compreensão e pode gerar criticas a cerca dos acontecimentos na região de cada educando, gerando assim pensamento critico e ponto de vista.Com o estudos dos gêneros jornalísticos, podemos ainda trabalhar escrita e leitura que são essenciais para uma boa interpretação e formação etc…, com isso o professor pode ainda trabalhar com a escrita de textos jornalísticos estimulando a reflexão, garantido assim que o discente pense e aponte por meio da escrita seu ponto de vista sobre determinado tema. O estudo de gênero jornalistico nos faz cidadãos críticos e nos permite questionar o que vem a ser certo e errado, vem reforçar a nossa força para lutar por nossos direitos, é com o estudo desse gênero que ficamos aptos a questionar a educação que temos e que queremos enquanto sujeitos, que lutam por uma educação de qualidade que atenda as especifidades de cada individuo no âmbito da educação, formação. Os gêneros jornalísticos nos formam para a vida nos dando uma coleção de letramentos, que ampliam o nosso ver e nos permite adentrar em novos campos.

  3. Primeiramente, eu gostaria de parabenizar todos as autoras deste artigo, é muito bonito de se ver uma pesquisa com voz e força e feminina. Em segundo plano, o artigo é riquíssimo, principalmente, para quem exerce a profissão de professor, ou estuda para alcançar tal âmbito, pois é de notória visão como os gêneros textuais vem se perdendo ao longo da entrada do modelo ENEM, o qual o aluno vai perdendo a visão da importância de conhecer, adquirir, analisar e criticar outros gêneros, saindo, assim, do analfabetismo funcional e se tornando um letrado em um mundo repleto de persuasões jornalísticas.

    • Grata pela leitura do nosso artigo! Concordo que esse artigo é rico para o educador/professor, pois nele damos exemplo de analise de livro, que acredito que é essencial ao educador quando nos referimos ao uso em sala de aula e no planejamento das atividades, pois o professor deve analisar e avaliar o livro observando os gêneros presentes, e como esses gêneros podem somar no ensino dos estudantes e dialogar com a realidade de cada discente, isso pensando em contribuir e garantir ensino de qualidade, demos o exemplo de analise de gêneros jornalísticos em livro didático e em ambiente de convívio do dia a dia de estudantes de nossa região, com essa analise reforçamos ainda mais a questão da qual o professor deve se empenhar e procurar conhecer o seu publico e realidade, trabalhando com variados tipos de gêneros incluindo o gênero jornalistico que forma pensamento e torna o individuo mais critico contribuindo na interação social.

    • Grata pela leitura do nosso artigo! Concordo que esse artigo é rico para o educador/ professor, pois ele traz uma analise a cerca dos gêneros jornalísticos em livro didático e convívio do dia a dia de estudantes, com a leitura desse artigo pode se observar a importância que se tem analisar materiais didáticos e conhecer a realidade dos educandos, é necessário observar e trabalhar com diversos gêneros entre eles os gêneros jornalísticos que contribuem na construção de pensamento e tornam o sujeito em um atuante critico.

  4. Parabéns, aos autores pelo trabalho. A leitura desse artigo ”A importância dos gêneros jornalísticos em construção de letramentos no âmbito da educação” é riquíssima para minha formação, enquanto futuro educador.

    • Obrigada pela leitura! Esperamos que este artigo venha contribuir tanto para o educador quanto para futuros educadores, que a leitura do nosso artigo possa ajudar auxiliar e permitir uma reflexão ampla e lutemos para que os gêneros textuais sejam mais valorizados e mais utilizados dentro da sala de aula, que possamos aprofundar nossas analises e observar o quanto precisamos garantir uma educação de qualidade enquanto mediadores do saber.

  5. Parabéns meninas! trabalho riquíssimo, lendo esse artigo podemos notar as diversas formas em que o gênero jornalistico se faz presente na vida do sujeito, interessante ver o dialogo de escola com igreja, como moro em uma comunidade rural posso dizer que essa interação é muito relevante para formação social de um morador do campo que participa das atividades da igreja, que ajudam na celebração dos cultos, das missas etc. muito boas as reflexões apresentadas no artigo!

    • Fico feliz que tenha gostado do nosso trabalho! Procuramos mostrar, que a gente não aprende apenas na escola, mas em outros ambientes o exemplo foi a conciliação do material utilizado por uma igreja e livro didático vendo que uma educação de qualidade é também construída pela valorização não só de saberes que adquirimos na escola mas por saberes empíricos que nascem da cultura, tradição daquilo que aprendemos com nossos pais, avós, daí a importância de dar ênfase aos saberes e a realidade dos estudantes.

    • Muita grata pela atenção Eliana!
      É essencial que os educadores percebam o quanto trabalhar de forma diferenciada adaptando os conteúdos curriculares as especificidades dos estudantes, pode resultar em inúmeros tipos de letramentos riquíssimos, que só contribuirá na formação de um sujeito crítico, a qual como falamos no artigo a escola da nossa região trabalha desta forma e tem resultados maravilhosos.

  6. Olá, boa tarde, autoras!

    Parabéns pelo artigo de vocês. Ele tem muita relevância, sobretudo, àqueles que são professores ou que pretendem ser. É notório que vocês se apropriam de uma concepção de letramento ligada a uma prática social. Valorizam, também, a realidade local do estudante como meio de desenvolvimento de práticas de letramento.
    Vocês trazem, inclusive, alguns exemplos de como o professor poderia trabalhar com os gêneros da esfera jornalística em sala de aula: leitura e elaboração de textos críticos. Quanto à utilização do livro didático de Sociologia, creio que seria interessante citar alguns exemplos concretos (por meio dos enunciados) das questões que encontraram nesse material, de modo a apresentar de que forma o livro lida com essa aproximação da realidade do aluno.

    Um abraço!

    • Obrigada! Feliz com sua leitura, concordo que se acrescentarmos algo mais concreto o trabalho ficará ainda melhor, ótimo conselho esse seu . Espero que esse artigo seja inspiração para educadores e que possamos valorizar a realidade dos estudantes.

  7. Olá,

    Inicialmente parabenizo as autoras pela proposta aqui apresentada. Achei bastante pertinente trazer este tema para refletirmos sobre a importância de se trabalhar com o gênero jornalístico. Gostei muito do que vocês pontuaram em relação ao desenvolvimento do pensar criticamente em aula. |Acredito que os alunos devam ter gostado da atividade por fazer sentido e estar contextualizado à prática social.

    • Olá, obrigada por ler nosso artigo, fico feliz que tenha gostado, é sim pertinente refletir a cerca dos gêneros jornalisticos que são essenciais na formação dos estudantes, pois este mesmo permite o olhar crítico.

    • Obrigada Bruno pela participação! Que bom que gostou, realmente foi muito legal desenvolver essas atividades para a construção deste artigo. Poder perceber o quanto os estudantes interessam quando o professor trabalha de acordo com sua realidade, e o quanto o gênero jornalístico pode contribuir na construção de letramentos.

  8. Em tempos onde todos, de diversos níveis sociais e intelectuais tem acesso as redes sociais, este artigo pôde reforçar a importância de um estudo de gêneros jornalísticos no ensino, na construção de letramentos. O estudo desse gênero traz uma formação de pensamento critico e analítico.

  9. Parabéns as colegas 👏👏😀 ótimo texto. A realidade que vocês expressam no artigo é fundamental para que outros autores vejam os diferentes tipos de gêneros literários que fazem parte de nossa cultura, sendo um deles o jornal (litúrgico), bastante utilizado pelos estudantes. Ótima argumentação autoras. A forma como vocês analisam o conteúdo do livro didático de acordo com a realidade dos estudantes leva aos leitores a curiosidade de observação dos livros didáticos nas diferentes disciplinas, onde se encontra vários modelos de gêneros textuais que os docentes trabalham em sala de aula dialogando com o cotidiano dos educandos. Parabéns meninas 👏👏👏

  10. Sabe-se das contribuições dos gêneros textuais na aprendizagem dos alunos.
    Em se tratando dos gêneros jornalísticos as contribuições são bem amplas e válidas para o letramento dos nossos educandos.
    Parabéns pelo artigo!

  11. Parabéns meninas por abordarem um tema tão relevante! O trabalho de vocês aborda o gênero jornalistico que é de grande importância para a formação de cidadão mais críticos. Deste modo o professor não pode se limitar somente no que é oferecido pelo livro didático, mais usar o que esta acontecendo em torno da sociedade e da realidade dos alunos. Acredito que esse gênero é um grande instrumento para a educação na formação de sujeitos capazes de opinar, denunciar, argumentar e lutar pelos direitos e tantas outras coisas. Assim como vocês na minha realidade o gênero jornalistico está muito presente por conta da religião, mas considero esse gênero com um leque muito vasto de temas que pode ser explorado.

Deixe uma resposta