Tecnologias digitais contexto histórico-cultural: conexões entre cultura, tecnologia e educação

Este estudo de fundamentação bibliográfica analisa as interfaces sobre tecnologia, cultura e educação na perspectiva histórico-cultural, partindo dos preceitos de Vygotsky e Tomasello como aportes centrais. Objetiva-se identificar a concepção de que o meio social é educativo e as tecnologias influenciam no desenvolvimento dos sujeitos ao interagirem com o meio.
Autores: Mayara Ewellyn Sá Maximino

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui
Este artigo recebeu Menção Honrosa pela Comissão Científica do UEADSL2017.1

38 thoughts on “Tecnologias digitais contexto histórico-cultural: conexões entre cultura, tecnologia e educação

  1. Mayara,
    O seu artigo discorre sobre um tema relevante na educação e, portanto, contribui para o debate nacional que tem focalizado as tecnologias digitais e a sua influência presente na interação dos sujeitos com o meio. Considera-se, fundamental repensar sobre essa temática e levá-la à discussão, com o objetivo de colaborar com o ensino-aprendizagem.
    Parabéns pelo seu belíssimo trabalho!
    Andréia Teixeira

  2. Mayara,
    gostei muito de seu trabalho. A frase que você coloca nas considerações finais: “assim, a tecnologia imbrica aspectos sócio-históricos e culturais da sociedade, caracterizando as exigências de cada época, alterando costumes, formas de se relacionar, de comunicar e até de ensinar/aprender” é de suma importância para a formação de professores na atualidade. Ainda percebo certa resistência dos professores ao utilizar novas tecnologias na educação, mas não há como fingir que elas não existem e se desenvolvem a cada dia. Isso porque, como você menciona, tudo muda com a existência delas, inclusive a maneira de construir conhecimento e de se relacionar, causando mudanças profundas no ensino-aprendizagem e na estrutura escolar como um todo.
    Obrigada,
    Patrícia

    • Patrícia,
      Essa transformação ocasionada pela Era Digital demanda mudanças para as práticas dos professores. Penso é necessário investir a) na reorientação dos currículos dos cursos de licenciatura e b) na formação continuada dos professores que já atuam, como forma de se adequarem ao atual contexto representado pelas TDIC.

  3. Mayara, seu trabalho envolve talvez a maior necessidade crescente no meio educacional. É urgente a aplicação de políticas públicas que possam trazer um marco de divisão entre o ensino antes e o ensino depois da aplicação efetiva e ampla de recursos tecnológicos.

  4. Muito obrigada Andréia, Patrícia e Fabiana. Hoje, com o advento das tecnologias digitais em nossa sociedade, é cada vez mais difícil questionarmos a utilização ou não dessas tecnologias no contexto da sala de aula. No entanto, os desafios encontrados em grande partes das escolas públicas brasileiras inviabiliza a implementação de práticas pedagógicas que integrem essas tecnologias, desde a precariedade da estrutura física, a falta de equipamentos até a insuficiente formação para os docentes. Isso, de certo modo, poderia ser “minimizado” se o Poder Público aplicasse efetivamente políticas de inclusão digital nas escolas, mas o que percebemos é que se gasta mais tempo tanto impedir o acesso ao digital nas escolas, a exemplo as Leis estaduais de proibição do celular/Smartphone, do que em meios de utilizá-los como mediadores de conhecimento.

  5. Mayara, parabéns pelo trabalho, muito bem fundamentado.
    Entretanto, uma parte de sua conclusão me chamou a atenção de forma negativa: “O avanço tecnológico sendo cada vez mais difundido nas ações contemporâneas tem obrigado a escola a se render ou afastar-se da imersão das tecnologias digitais presentes no cotidiano da sociedade. “.

    Não creio que seja minimamente possível às escolas do século XXI cogitar a possibilidade de se afastar da imersão das tecnologias. Vivemos a era do conhecimento e esse conhecimento só é possível graças a multiplicidade de meios eletrônicos que permitem um enorme e constante troca de informações em tempo real. As crianças das gerações Z e Alpha já nascem inseridas nestes contexto e a escola será obrigada a se render a isso.
    O conhecimento de mundo que essas crianças trazem de casa poderá muitas vezes ser extremamente grande em vários aspectos. E muitas vezes entrará em conflito com o conhecimento tradicional que a escola normalmente pretende transmitir.

    • Carlos, realmente concordo que está sendo impossível a escola não ter que render-se as tecnologias digitais, mas em certos casos, isso me leva a pensar que em pleno século XXI pouco se tem visto avançarmos nessa integração digital – sala de aula, sobretudo quando o uso de tecnologias limita-se ao computador e o projetor de imagem como transmissores de conteúdos. Ainda percebo um certo afastamento digital da escola, se formos refletir os espaços escolares do século XXI, reconhecemos métodos os quais fomos ensinados no século XX.

      • A tarefa é árdua. E precisará de muita boa vontade política e muita paciência dos envolvidos. Mas, de qualquer forma acredito que o caminho é irreversível…

  6. Boa tarde Mayara, excelente o seu trabalho, parabéns. Porém, assim como o colega Carlos, sou obrigada a discordar da sua opinião na conclusão, devido a vivermos em uma era tecnológica e as escolas estão inseridas em esse meio, querendo ou não, impossível fugir dessa realidade.

    • Cintia, realmente não podemos fugir do contexto digital, mas ainda percebo um certo atraso nas escolas e muito obrigada por discordar quando me refiro ao afastar-se, o que me fez pensar para escrever um relato de experiência do distanciamento das tecnologias no contexto educacional.

  7. Cara Mayara, muito se fala sobre a utilização das tecnologias no ensino como importante ferramenta pedagógica, compreendendo que é necessário que haja uma nova metodologia de ensino. Percebe-se que muitas instituições de ensino possuem em seu patrimônio computadores e diversos equipamentos tecnológicos que poderiam ser melhor utilizados a fim de proporcionar aos alunos aulas mais interessante e dinâmicas. Porém, o que muito se vê são equipamentos novos e metodologia antiga. Belíssimo trabalho!

    • Lucas,
      Muito obrigada pelo comentário. O pensar práticas pedagógicas que integrem as tecnologias digitais no contexto escolar ainda é um desafio, mesmo sendo ferramentas que estão em nosso cotidiano, encontramos uma certa resistência quando se trata em utilizá-las como mediadores educacionais.

  8. Mayara, ficou bem claro no seu artigo que o contexto sócio cultural deve ser considerado no uso das tecnologias. A escola não pode ignorar todos artefatos tecnológicos que já foram produzidos e que o aluno faz uso. É importante que o docente compreenda a tecnologia como uma aliada no processo de ensino aprendizagem. Parabéns pelo artigo e a reflexão tão necessária.

  9. Mayara,
    Parabéns pelo estudo. O paralelo realizado sobre Cultura, Tecnologia e Educação me fez refletir: “o papel da escola para o uso consciente, crítico e reflexivo dos artefatos digitais”. Sobre qual tem sido o objetivo quando utilizo as ferramentas digitais em sala de aula, e de que forma seus usos, tomando suas palavras “esses novos modos de fazer e agir” estão contribuindo de fato para o desenvolvimento pleno dos alunos. São questões muito pertinentes que foram levantadas, atualmente as tecnologias têm transformado o nosso modo de vida e consequentemente o nossos modos de ensinar.

    • Rosilene,
      O porque de integrar tecnologias à sala de aula é uma das questões que me fazem tentar compreender as contribuições dessas tecnologias ao processo educativo, o que me faz pensar que se faz parte do contexto do aluno pode potencializar o seu desenvolvimento, não por ser diferente do tradicional da escola, mas por ser algo próximo a realidade deles.

  10. Parabéns. O uso de tecnologias nas salas de aula é uma realidade, pois a cultura contemporânea esta ligada diretamente as redes sociais, promovendo uma reflexão em sala de aula,

  11. Olá,

    Gostaria de parabenizar a autora pelo texto muito bem embasado e escrito. Gostei da relação que fazes entre a escola e a tecnologia, baseadas na teoria de Vygotsky. Concordo com a questão da necessidade de modernizar a escola. Vejo as tecnologias estando cada vez mais disponíveis. Por outro lado, sinto que ainda temos muito a evoluir em termos de didática e ensino mediado por tecnologias, porque o tão defasado ensino tradicional aparece agora travestido de projetores e tablets em algumas práticas pedagógicas. Observo que tem tanta tecnologia para pouco exercício reflexivo e contextualizado às necessidades e realidades dos alunos. Deixo essa provocação para debate. Abraço a todos.

  12. Prezada Mayara e interessados na discussão,

    É muito interessante a discussão sobre a intrínseca relação entre a cultura e o desenvolvimento das tecnologias (incluindo-se as digitais), a partir das interações entre sujeito e sociedade, em meio à necessidade de tornar a vida mais fácil. O que demonstra a capacidade humana para a inovação.

    O meio social em que o sujeito interage é educativo no decorrer do processo histórico-cultural e educacional, sendo necessário compreender as potencialidades possibilidades das TDIC para os processos de ensino e aprendizagem.

    A tecnologia, enquanto aspectos constitutivo do ser humano, na interação com seus pares, desafia a educação e a escola a reinventarem-se, em meio ao fenômeno digital, derivado da sociedade do conhecimento.

    A retomada, na conclusão, de conceitos importantes como a mediação e a concepção histórico-cultural de Vygotsky, e suas contribuições para a noção de educação como um fazer cotidiano, demonstra que a tecnologia insere-se na relação entre o homem e o mundo.

    Considerando-se produtividade do debate atual sobre as TDIC, o caráter elucidativo do embasamento teórico do seu artigo, bem como, o caráter dialógico desse espaço, gostaria que você discorresse um pouco mais sobre estas declarações, que integram a sua conclusão:

    “Hoje, na era da sociedade contemporânea, caracterizada pela forte presença das tecnologias digitais, já não podemos nos questionar sobre o caso da presença ou não das tecnologias no âmbito educacional” (MAXIMINO, 2017, p. 05).

    “O avanço tecnológico sendo cada vez mais difundido nas ações contemporâneas tem obrigado a escola a se render ou afastar-se da imersão das tecnologias digitais presentes no cotidiano da sociedade” (MAXIMINO, 2017, p. 05).

  13. Não restam dúvidas sobre a intensa presença da tecnologia no dia a dia pessoas, visto que já temos uma geração que nasceu conectada com o mundo virtual. Tecnologia e educação se tornaram indissociáveis e esse contexto lança o desafio para a educação e professores sobre como usar os novos recursos tecnológicos a favor do ensino.

  14. A tecnologia influência na formação do indivíduo porque abre um leque de novas oportunidades, desde que bem aproveitado servirá para crescimento educacional e aquisição de conhecimento

  15. Mayara, parabéns pelo artigo. Eu gosto muito deste tema, pois acredito que as escolas deveriam estar sempre atualizadas em termos do uso de tecnologias que podem ser empregadas como subsídios para o processo de ensino-aprendizagem. Minha percepção é de que nossas escolas estão sempre atrasadas, principalmente as públicas. Mesmo no ensino superior observamos esta defasagem das instituições. Além disso, vejo também que a tecnologia que afeta diretamente todos os indivíduos deveria ser abordada nas escolas, para que todos os indivíduos sejam capazes de aproveitar ao máximo os recursos tecnológicos disponíveis.

  16. Ótimo artigo Mayara. Não podemos fechar os olhos quanto a esse tema. A tecnologia e principalmente a digital está presente em quase todo canto do mundo e temos que aproveitar desse avanço para oferecer uma ampla qualidade na docência frente aos alunos que muito das vezes estão bem a frente de nossa atualidade. Livros e cadernos não são coisas do passado e em conjunto com essa tecnologia cada vez mais presente, certamente favorecerá o trabalho do professor.

  17. Olá Mayara,

    Também acredito que seja inviável à escola “afastar-se da imersão das tecnologias digitais”. Penso que um dos papéis da escola é justamente a capacitação do aluno nas tecnologias digitais.

  18. Olá, Mayara!!
    Este tema é muito importante e atual, pois as tecnologias estão por toda parte e não seria diferente no meio educacional. Até mesmo para tornar as aulas mais atrativas e interessantes para os alunos e professores no ensino-aprendizagem. As tecnologias digitais estão cada vez mais acessíveis mais penso que temos muito ainda que evoluir e aprimorar nesse quesito.

    • Verdade, Lília!
      As demandas pelo Letramento Digital tocam a todos nós, que precisamos aprender a utilizar artefatos tecnológicos, manipular programas de computador, interagir nas redes sociais, enfim, acompanhar o desenvolvimento histórico-cultural e as práticas que surgem da atuação humana, com vistas à utilização em sala de aula.

  19. Esta muito bem lembrado a questão histórico-critica de Vigotsky;
    Sendo as tecnologias usuais nossa influência atual então teremos novas possibilidades de evoluir senão estruturar aquelas ideias que ainda estão no passado.
    Enquanto fazemos uma uma pausa assistindo um vídeo na internete haverá alguém tentando criar um vídeo útil e ou até relevante para ser visto ou encontrado pelo seu usuário final.

  20. Mayara, o tema escolhido por você é bastante pertinente. Com certeza, tecnologias digitais, cultura e educação estão imbricados na contemporaneidades. As TDIC potencializam as conexões entre cultura e educação, ou melhor, a vivência da cultura contemporânea, a cibercultura, na qual há interações diversas, sobretudo, pelas redes sociais, independente de barreiras geográficas e temporais. Essas interações e novas vivências com os artefatos culturais, com outros meios, com outras pessoas de diversas culturas modificam as pessoas nessas diversas formas de interação, modificando a maneira de ser, viver, trabalhar, conviver conforme afirmam Levy(1999) e Kenski (2007). Abraços!

  21. Olá Mayara,
    A tecnologia digital está inserida no cotidiano das pessoas e influencia comportamentos, sendo de grande importância as escolas usarem essa tecnologia em benefício da educação. As escolas precisam se adequar à tecnologia, bem como oferecer suporte aos professores para um melhor ensino-aprendizagem. Parabéns pelo seu trabalho.

    • Katia,
      De fato, como você aponta, o suporte aos professores, através da formação continuada para o uso das TDIC é essencial para o sucesso das práticas educativas.

  22. Olá, Mayara. Seu texto aborda de maneira significativa o uso da tecnologia no processo de ensino/aprendizagem e traz boas questões para serem discutidas e analisadas. E eu fico pensando como está a estrutura escolar, principalmente no que se refere a equipamentos como um todo. Trabalhei em algumas escolas que não tinham cadeiras suficientes para os alunos. Pincel e giz, os próprios professores providenciavam. E os instrumentos tecnológicos estão aí, em toda parte. E não se pode negar que eles auxiliam e muito no trabalho em sala de aula, mas para que possam ser utilizados de maneira significativa, é preciso, cada vez mais, o desenvolvimento do letramento digital.

  23. Olá Mayara. Seu texto aborda de maneira significativa o uso da tecnologia no processo de ensino/aprendizagem e traz boas questões para serem discutidas e analisadas. E eu fico pensando como está a estrutura escolar, principalmente no que se refere a equipamentos como um todo. Trabalhei em algumas escolas que não tinham cadeiras suficientes para os alunos. Pincel e giz, os próprios professores providenciavam. E os instrumentos tecnológicos estão aí, em toda parte. E não se pode negar que eles auxiliam e muito no trabalho em sala de aula, mas para que possam ser utilizados de maneira significativa, é preciso, cada vez mais, desenvolver o letramento digital.

  24. Prezada,
    O título “Tecnologias digitais contexto histórico-cultural: conexões entre cultura, tecnologia e educação” ficou excelente e diz muito sobre a integração destas. Atualmente é essencial realizar estas conexões para favorecer a inclusão social, tecnológica, digital, educacional e cultural.
    Parabéns! Amei o título e o tema.
    Abraços

  25. Boa noite, pessoal!
    O artigo “Tecnologias digitais contexto histórico-cultural: conexões entre cultura, tecnologia e educação”, da colega Mayara, fomenta o debate sobre a relação entre o homem e as TDIC, na perspectiva da mediação.
    Continuemos o debate!

  26. Obrigado, Mayara, por compartilhar conosco o seu trabalho.
    Parabéns a todos pelas interações nesta edição do UEADSL!
    Bons festejos de São João a todos, e até a próxima edição!

  27. Parabéns à autora pela menção honrosa concedida pela Comissão Científica!

  28. Mayara,
    Parabéns pela participação no evento e por receber a premiação de Menção Honrosa.
    Você é merecedora desta conquista e de todas as outras que estão por vir.
    Espero encontrá-la novamente brilhando no evento do segundo semestre, promovendo novas discussões, porque o debate educacional e as pesquisam precisam continuar.
    Abraços.

  29. Olá Mayara!
    O tema do artigo é muito interessante!
    Realmente a presença das tecnologias no meio educacional é cada vez mais uma ferramenta poderosa no processo de ensino aprendizagem.
    Da mesma forma que contribui com a educação; o contato e conhecimento das tecnologias e dos recursos tecnológicos vem, de forma crescente, sendo uma demanda quase natural da sociedade atual, pois, como bem apresentado no trabalho, as tecnologias estão cada vez mais presentes e são cada vez mais necessárias em todos os espaços da sociedade.
    Acredito que posteriormente poderia ser feito um paralelo com outra característica marcante da sociedade atual que vem sendo bastante mencionado por diversos pesquisadores: o excesso de informação ao qual nossos estudantes vem sendo submetidos.
    Deste paralelo poderiam surgir reflexões muito construtivas e interessantes; principalmente se for usado a mesma perspectiva histórico-cultural, partindo dos preceitos de Vygotsky; considerando o fato de que as tecnologias influenciam no desenvolvimento dos sujeitos ao interagirem com o meio, e quais consequências que o excesso de informação poderia gerar neste processo de desenvolvimento.
    Parabéns pelo Trabalho!