O uso da internet como uma ferramenta mediadora de ensino na Educação Básica: A criação e manutenção de sites educacionais

Propõe-se refletir sobre as vantagens da internet como ferramenta mediadora de conteúdos escolares. Através de revisão bibliográfica, foi possível problematizar os dilemas enfrentados pelo uso da internet nestes contextos. Pretende-se demonstrar que oportunizado pelo ciberespaço a internet e as novas tecnologias podem promover melhorias na qualidade do ensino ofertado.
Autores: Waleska Medeiros de Souza

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

47 thoughts on “O uso da internet como uma ferramenta mediadora de ensino na Educação Básica: A criação e manutenção de sites educacionais

  1. Boa noite Waleska, realmente a democratização da internet, as práticas pedagógicas dos
    docentes da Educação Básica podem ser menos tradicionais e mais atrativas e
    dinâmicas, até mesmo porque o mundo esta mudando, as tecnologias estão presente no nosso dia a dia. Quanto a resistência a inovações tecnológicas, é bem verdade, o educador precisa abrir a mente e aceitar os TICs e principalmente buscar a especialização. Abraço

    • Ola Cíntia, o problema da resistência dos professores no uso de novas tecnologia em sala de aula é algo a ser combatida mesmo, mas para isso penso que política públicas deveriam ser mobilizadas de forma a incentivar estes profissionais a modificarem suas práticas. Para isso é preciso investimentos e tempo para esses docentes se qualificarem. Agradeço o comentário.

      • Na minha opinião esse é um dos maiores problemas. Investimento muito elevado. Como administrador em formação, imagino que gerir uma inciativa dessa seja bem difícil, mas mesmo assim essencial, pois precisamos de profissionais da educação mais abertos e capazes de utilizarem as novas tecnologias. Assim como infraestrutura escolar, é claro.

        • Olá Laércio, investimentos financeiros são difíceis mesmo… Penso também que pequenas ações locais como videos tutoriais são uma possibilidade de formação continuada. Agradeço o comentário.

  2. Olá, pessoal!
    Não vamos esquecer que as “resistências” possuem raízes complicadas.Não, não estou encontrando justificativas para o não uso em sala de aula, mas entendo (e tenho me empenhado em pesquisas sobre o assunto) que inseguranças, falta de tempo para a apropriação/transformação de práticas tradicionais em inovadoras e, principalmente, a “segurança” imposta pelo ensino tradicional têm causado muitas ressalvas em aceitar o uso das TDICs.

    • Olá Josiane, são vários fatores que geram essas ressalvas no uso da tecnologia por professores. Destaco os currículos das graduações como uma possibilidade de mudança neste cenário, formação profissional mais consciente e condizente com os sujeitos do nosso tempo.

  3. Boa tarde caros colegas!
    Pesquiso o uso de Tics a 8 anos, e posso afirmar que nesse tempo, a postura dos professores não evoluiu muito. Claro que temos casos omissos e poucos. Em alguns desses casos, os professores que se apropriam das ferramentas, tem tido muito sucesso no processo de aprendizagem. Desde a internet como o uso do watsapp tem grau positivo de aprendizagem onde os professores executam e buscam alternativas para seu uso.
    Em outros momentos estarei compartilhando esses trabalhos.

    • Olá Marcos, os docentes que conseguem incluir as novas tecnologias em suas aulas só têm a melhorar a aprendizagem dos seus alunos. Aulas interativas e dinâmicas são bem aproveitadas na mediação dos conteúdos escolares. Agradeço o comentário.

  4. De fato existem muitas vantagens do uso da internet como ferramenta mediadora de conteúdo para o ensino mas estas ferramentas necessitam de um conhecimento prévio para serem implementadas sem incentivos e políticas de valorização dos docentes que atuam no ensino publico fica distante da maioria dos profissionais usarem corretamente essas ferramentas.
    Mais eventos como esse do UEADSL abertos ao publico interessado em novas praticas de ensino contribui para difusão deste conhecimento.

    • Olá Antônio, concordo que os professores devem ser preparados, na graduação em especial, para atuar com as novas tecnologias, pois temos que buscar ser sujeitos do nosso tempo. Agradeço o comentário.

  5. Minha geração de professores foi criada para ser um orador… lidar com as tecnologias requer um tempo maior para pensar de forma tecnológica.

    • Olá Josiane, a Universidade na area de licenciatura não mudou muito nos últimos séculos… Infelizmente… Porém acredito que a atitude de que querer aprender novas prática pedagógicas já é um bom começo. Agradeço o comentário.

  6. Olá Waleska, parabéns pela escolha do tema.
    Seu texto trata de um assunto de grande relevância para a melhoria de práticas pedagógicas.
    De fato, o uso de tecnologias digitais na sala de aula é desafiador e fundamental para proposição de aulas mais atrativas.

  7. Bom Dia!

    Waleska parabéns pelo trabalho.
    O trabalho exposto está bem fundamentado e acentuando pontos relevantes na contribuição da educação, infelizmente alguns docentes ainda possuem uma certa resistência ao usos das ferramentas, implicando assim no não acompanhamento das tecnologias.

    • Olá Lucília, agradeço pelos elogios… A resistência dos professores é uma ação que merece muitas estratégia sutis por parte da gestão local. Acredito que vídeo tutorial de algumas ferramentas podem contribuir com aula mais atraentes e de qualidade. Agradeço o comentário.

  8. Olá Waleska!
    Muito bom o seu artigo! Utilizar de recursos que a internet oferece, possibilita uma aula muito mais prazerosa e atrativa!

    Att.,
    Renata

    • Olá Renata, concordo que as novas tecnologias podem deixar as aulas de qualidade e mais dinâmicas.Agradeço o comentário.

  9. Provavelmente a coisa mais fácil de se observar seja esta certa “resistência” por parte de muitos professores em relação às inovações tecnológicas, pois eles não dominam o conhecimento sobre estes recursos, ou não se sentem seguros o suficiente para utiliza-los em suas aulas. E é importante registrar que às vezes a escola possui todos recursos, porém eles ficam subutilizados justamente por conta desta resistência.

    • Olá Wender, a resistência por parte de muitos docentes é algo que precisa de intervenções sutis, só a sensibilização e muito treinamento (formação continuada) para reverter esta situação. Agradeço pelo comentário.

  10. Olá Waleska!

    Gostei muito do seu artigo. Sou uma futura professora de ciclo I, acredito que devemos nos utilizar de meios atraentes para provocar o interesse dos alunos. Não sou resistente em dizer que os alunos precisam sim de meios incentivadores de seus aprendizados, pois o contato com a tecnologia é absurdamente grande fora do ambiente educativo, portanto acredito que devemos inserir a informação tecnológica nas salas de aula também. Sempre que pude, em meus estágios, utilizei tecnologia para minhas aulas de regência. Dá certo.

    • Olá Graziele, fico feliz de saber que está sendo uma educadora de seu tempo. Penso que o caminho das novas tecnologias é árduo e requer muito estudo e dedicação, mas o resultado é compensatório. Agradeço pelo comentário.

  11. Oi Waleska!

    Muito pertinente seu artigo e a importância da democratização da internet. Acho que para conseguir alcançar a todos, com bons resultados, ainda é um grande desafio pois depende de fatores como resistência e acessibilidade. Penso também que um maior incentivo para o uso de tais ferramentas seja fundamental, além do investimento, claro. Infelizmente nem sempre é isso o que se percebe.

    Abraços!

    • Olá Carla, penso se realmente podemos dizer que, na atualidade, há uma democratização da internet… As internet e suas ferramentas ainda têm muitas barreiras a vencer na área da Educação. Agradeço pelo comentário.

    • Olá Pacheco, fico feliz que tenha gostado do texto. A internet e suas ferramentas podem contribuir para uma educação de qualidade. Agradeço pelo comentário.

  12. Olá Waleska!

    Muito interessante o tema trabalhado por você. A descentralização da internet tem favorecido significamento a educação, pois permite aos envolvidos (aluno e professor) trabalhar com dados atualizados em tempo real. Porém vejo que é uma ferramenta precisa ser usada com cautela, pois a expansão da internet tem permitido a veiculação de muitas informações que não são verídicas. O aluno deve ser bem orientado para que a sua aprendizagem seja de qualidade. Concordo quando você destaca em sua conclusão a importância do professor conhecer essa ferramenta para que ela possa ser inserida no processo educativo. Como destacado no artigo o professor deve acompanhar os avanços tecnológicos para ser capaz de inserir o aluno no contexto.

    • Olá Katy, a internet tem muitas fontes, compete ao docente mediar o processo para que este aluno conheça as fontes seguras e confiáveis. Para isto, o professor tem que conhecer mais das novas tecnologias, tendo incentivo de políticas que permitam sua incorporação em Sala de aula de forma dinâmica e de qualidade. Agradeço pelo comentário.

  13. Pingback: Conferências de especialistas sobre universidade, EaD e software livre são destaque na programação do UEADSL 2016/2 – CAED – Centro de Apoio à Educação a Distância

  14. Olá Waleska. Muito bom o tema, uma vez que a internet, bem como os recursos tecnológicos de uma forma geral, fazem parte da vida do indivíduo desde a mais tenra idade, nos últimos tempos. Em contato com esses mecanismos de processamentos de dados e informações em tempo recorde, não podemos olvidar deles para que sejam usados também como ferramentas aliadas a aprendizagem.

  15. Acredito que cabe ao professor, enquanto mediador de conhecimentos, fazer uma ponte consciente entre o processo de ensino e o uso das tecnologias como práticas pedagógicas no sentido de ampliar seu repertório de estratégias, na medida em que o uso desses eletrônicos está presente no dia a dia de todas as pessoas, e mesmo das crianças.

  16. Olá, Waleska. Muito interessante problematizar esse tema referente aos recursos tecnológicos e sua vinculação ao processo ensino e aprendizado, uma vez que nos dias de hoje a internet está presente no dia a dia de todos os indivíduos, principalmente das crianças.

  17. Olá, Waleska. Muito bom e pertinente o tema da presença e do uso da internet como prática que alie conhecimentos tecnológicos com os conhecimentos mediados de forma consciente pelo professor.

  18. Acredito que não podemos, enquanto educadores, permanecermos numa posição retrógada em relação a internet e todos os benefícios que ela pode trazer para dentro de uma sala de aula.

    • Olá Martíniana, fico feliz que tenha gostado do tema. Romper com a resistência de alguns docentes não é fácil, é necessário muito investimento em capacitação continuada e a mudança de muitas políticas públicas educacionais. Agradeço o comentário.

  19. O grande desafio que nos faz refletir a partir do artigo é, como podemos lançar mão dos recursos tecnológicos como estratégias profícuas de produção de conhecimentos.

  20. Olá Waleska!

    Atualmente na área de Biologia, tenho feito uso da internet ou de outros recursos tecnológicos para tornar as aulas mais interessantes, lúdicas; ou para proporcionar uma experiência diferente aos estudantes.
    Realmente é muito interessante a proposta do uso da internet como mediadora de conteúdos escolares, voltados para criação e manutenção de sites educacionais. É possível observar muitas iniciativas por parte de professores em criar e manter sites educacionais de determinado conteúdo na internet. Parabéns pelo trabalho!

  21. Parabéns pelo trabalho Waleska!

    Atualmente na área de Biologia, tenho feito uso da internet ou de outros recursos tecnológicos para tornar as aulas mais interessantes, lúdicas; ou para proporcionar uma experiência diferente aos estudantes.
    Realmente é muito interessante a proposta do uso da internet como mediadora de conteúdos escolares, voltados para criação e manutenção de sites educacionais. É possível observar muitas iniciativas por parte de professores em criar e manter sites educacionais de determinado conteúdo na internet.

    • Olá Aline, a criação de sites educacionais é uma ótima ferramenta para deixar a aula mais dinâmica e prazerosa. Fico feliz de saber que temos também muito docentes, como você, que buscam novas metodologias pedagógicas para deixarem a aula mais lúdica e de qualidade. Agradeço o comentário.

  22. Ótima reflexão Waleska! Concordo com você, quando diz da necessidade do professor tem “algum tipo de desenvoltura ou conhecimento tecnológico”. Pois, trabalho com formação de professoras no curso de pedagogia e é realmente um desafio trabalhar com tecnologias digitais, pois de um lado é solicitado por parte dos professores uma formação do conhecimento “técnico” e por outro lado a práticas mediadas pelas tecnologias digitais. Parabéns pela temática.

    • Olá Darsoni, as práticas pedagógicas tecnologias são complexas, por isso acredito que os currículos das graduações deveriam ter mais foco nesta temática. Sou uma futura pedagoga e sinto falta desta formação… Agradeço o comentário.

  23. Parabéns pelo seu trabalho Waleska!
    Achei muito interessante sua proposta de fazer com que os professores criem o próprio material pedagógico via internet apontando alguns meios para isso como o WIX. Já fiz uso dele como proposta interativa para o ensino de História, Geografia e Artes no Ensino Fundamental. O resultado é muito positivo.
    Mas como você bem apontou, muitos professores apresentam muita dificuldade em lidar com essas ferramentas por não terem formação apropriada, embora muitas sejam fáceis de utilizar, como o WIX.
    Acredito que é necessário que o professor receba uma formação continuada para lidar com as TDIC’s visto a relevância de seu uso nos processos de ensino aprendizagem. Falta investimento governacional também nesse campo da educação. A falta de conhecimento dos docentes faz com que eles tenham receio em trabalhar com a internet em sala de aula e esse receio atinge principalmente os professores que tem muitos anos de atuação. Penso que se eles obtivessem conhecimentos básicos, isso já facilitaria o trabalho com as tecnologias digitais em sala de aula.
    Felizmente, trabalhos como o seu, que destacam a necessidade cada vez maior de utilizar a internet como um meio educativo extremamente proveitoso, podem futuramente alterar a realidade brasileira. Acredito muito em transformações, mesmo que lentas.
    Espero que mais professores possam fazer bom proveito da leitura de seu artigo e se inspirem para criar coisas incríveis para seus estudantes na internet.

    • Olá Loyane, você conseguiu resumir bem a intenção do meu texto. Fico feliz de saber que você faz uso das novas tecnologias em suas aulas, os alunos só têm a ganhar com suas práticas pedagógicas. Agradeço o comentário.