Letramento literário: a diversidade em sala de aula

Neste artigo será proposto o trabalho com o livro do prof. Rildo Cosson (2014) e sua sequência de letramento literário. Abordaremos a relevância de uma metodologia de ensino de literatura que a reconheça como interação dialógica entre leitor/texto; como também a diversidade presente no texto literário.
Autores: Cristiane Macieira de Souza

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui
Este artigo recebeu Menção Honrosa pela Comissão Científica do UEADSL2016.2

43 thoughts on “Letramento literário: a diversidade em sala de aula

  1. Boa noite, Cristine. Gostei muito do seu trabalho.
    Conheço esse livro de Rildo Cosson, estudei em uma disciplina literatura e ensino, particularmente amo literatura. O texto literário escolhido foi perfeito, aplicando a diversidade, de acordo com as quatros etapas, e o principal explicando em valorizar o diferente. Perfeito!

    • Obrigada, Gisele! Também amo literatura e o livro do professor Rildo Cosson traz uma abordagem bastante interessante para se trabalhar o texto literário em sala de aula. O livro escolhido para o trabalho também é apaixonante, não? Adoro a autora e seus livros. A diversidade racial é um tema importante mas pouco trabalhado nas escolas. Que bom que você gostou! Obrigada pela interação. Abraços.

  2. Boa tarde, Cristiane!
    Gostei muito do seu artigo, sou estudante de Biblioteconomia e sei o quanto é importante o Letramento Literário na formação do indivíduo. Achei interessante o livro trabalhado, ” Menina bonita do laço de fita”. Essa obra trabalha vários aspectos, culturais, raciais e a questão da auto estima, mostrando a importância da literatura e do letramento aplicados no processo educativo.

    Abraços!

    • rmzc, obrigada!
      Que bom que você gostou!
      O Letramento literário é uma forma excepcional de se trabalhar a Literatura na escola.
      Forma o indivíduo e forma leitores também!
      O livro “Menina bonita do laço de fita” é muito especial para mim, faz parte da minha vida como leitora e mãe.
      Obrigada por compartilhar suas ideias.
      Abraços. Cristiane

  3. Todo ideia para diversificar os estudos e ajudar na aprendizagem é bem-vinda e, se vem de encontro a leitura atrelado a literatura se apresenta como algo inovador e necessário. Parabéns pelo trabalho.

    • Oi ClebersonPB!
      Concordo com você. A escola ainda é muito tradicional em muitos aspectos, e o ensino de Literatura é um deles.
      O livro do prof. Rildo Cosson traz uma metodologia muito interessante para o trabalho com o texto literário. Se bem aplicado pode trazer bons resultados.
      Abraços e Obrigada.
      Cris

  4. Boa tarde, Cristiane! A literatura infanto-juvenil é uma ferramenta riquíssima para se trabalhar o assunto diversidade de forma lúdica e que motiva reflexão nos alunos. Livros que não tragam estereótipos negativos do negro e cultura, mas que reforcem aspectos positivos devem ser trabalhados em sala pelos professores como forma não só de promover o respeito e à tolerância, mas também fortalecer a autoestima de crianças negras.

    • Olá, Daniele!
      Que reflexão interessante você fez!
      Era isso mesmo que eu queria abordar com a intervenção!
      A criança negra, infelizmente, não se vê representada de forma recorrente na literatura.
      É preciso mesmo promover a tolerância e o respeito a todas as pessoas.
      Obrigada por compartilhar suas ideias.
      Abraço.
      Cris

  5. Com certeza a literatura é um dos meios de formar nossos alunos cidadãos críticos, éticos e democráticos no que se refere às diversidades. Nesse sentido, o papel do professor é decisivo. Oferecer um conjunto de atividades sistematizadas para o trabalho com o texto literário, tal qual foi feito na sequência apresentada neste artigo, é fundamental para o desenvolvimento da competência literária e o respeito às diferenças. Além disso, a sequência apresentada está em consonância com a lei 10.639/03 que é essencial para se criar essa cultura do respeito às diversidades, do combate à discriminação, ao preconceito e para a valorizarização do diferente. Isso torna o processo de ensino-aprendizagem mais significativo tanto para os alunos quanto para os professores.

    • Oi Claudia.
      O texto literário promove, a meu ver, a verdadeira reflexão e torna os leitores mais críticos e reflexivos.
      O trabalho com a diversidade através do letramento literário é essencial para a formação de cidadãos críticos e de uma sociedade mais justa e democrática.
      Abraços.
      Cris.

  6. Olá, Cristiane!
    Excelente trabalho! Precisamos de mais olhares como o seu que valorizam a literatura despertando a criticidade dos alunos para que se tornem cidadãos cada vez mais envolvidos com seu meio social compreendendo a diversidade e valorizando as diferenças.
    Parabéns!

    • OI, Elaine!
      Obrigada por compartilhar suas ideias e reflexões.
      O texto literário é essencial para se despertar no aluno a criticidade e reflexão, desde a mais tenra idade.
      E valorizar o diferente e a diversidade, é muito importante na sociedade hoje!
      Abraços.
      Cris.

  7. Ei, Cristiane!
    Parabéns pela obra escolhida “Menina bonita do laço de fita”, simplesmente maravilhosa!!!! Parabéns também pela iniciativa de trabalhar e valorizar a identidade negra. Realmente, o letramento literário precisa estar presente nas nossas salas de aula.
    Gostei muito da sua proposta!
    Abraços,
    Flávia

    • OI Flávia!
      Obrigada. O livro “Menina bonita do laço de fita” é um dos meus preferidos .
      Ele aborda a questão da identidade negra com muita delicadeza.
      A criança negra se vê representada de uma forma simples e natural.
      Obrigada por compartilhar suas reflexões.
      Abraços.
      Cris.

  8. Ei, Cristiane!
    Parabéns pela obra escolhida “Menina bonita do laço de fita” e pela iniciativa em trabalhar e valorizar a identidade negra.
    Realmente, o letramento literário precisa estar presente nas nossas salas de aula.
    Gostei muito da sua proposta.
    Abraços,
    Flávia

    • Oi, Flávia!
      Valorizar a identidade negra é essencial e com o Letramento Literário fica mais dinâmico e promove a reflexão crítica dos alunos.
      Abraços.
      Cris

  9. Um dos motivos de ser tornar um texto expressivo e muito interesse é que a autora se utiliza das próprias experiências para pensar sobre o tema e as bibliografias que se utilizou para o artigo. E assim explora como planeja por meio da literatura colaborar para o aprendizado das diversidades com os alunos. Além de informar o texto acaba por inspirar e lembrar como é importante o papel de educar, demonstrando alguns meios e ideias. Parabéns pela atitude! Realmente me motivou. A pesquisa foi realizada com alunos de qual idade?

    • Olá Beatriz!
      Que bom que gostou do texto e da intervenção!
      O livro trabalhado, como eu disse em outro comentário, faz parte da minha vida como leitora e mãe.
      O letramento literário é uma forma muito gratificante de se trabalhar o texto de literatura e se aplicado de forma eficaz promove a reflexão, criticidade e forma leitores.
      A pesquisa e intervenção foi feita e aplicada com alunos da 1ª série do Ensino Fundamental I.
      Obrigada.
      Cristiane

  10. Ótima abordagem! Trabalhar o letramento literário é também resgatar a identidade das crianças. Que esse trabalho seja inspiração para muitos educadores.

    • Oi Beatriz!
      Que bom que gostou. O letramento literário, realmente, inspira a todos que trabalham com crianças a pensar de forma diferente o texto de literatura. E falar sobre diversidade com crianças pequenas é muito gratificante.
      Obrigada.
      Cristiane

  11. Parabéns pelo trabalho e pela obra! Ficou muito legal a sua análise a respeito da literatura. realmente a literatura abre portas para as mais diversas áreas do conhecimento. Ensinar aos alunos a fazerem uma reflexão sobre o que estão lendo é fundamental. A formação de leitores capacitados, que é o objetivo do letramento literário forma cidadãos de opinião e inclusos em um contexto social.

    • Oi Kelly.
      É isso mesmo! A literatura é mesmo capaz de transformar, formar leitores proficientes e cidadãos capazes de mudar o mundo à sua volta!
      A diversidade é pouco trabalhada com alunos pequenos, mas é um tema essencial para se formar cidadãos democráticos e críticos.
      Obrigada.
      Cristiane.

  12. Oi, Cristiane! Muito bom o seu artigo e muito interessante a discussão acerca do letramento literário. É preciso considerar a importância da literatura para a formação do aluno enquanto leitor consciente e crítico.

    • Oi colega!
      Obrigada pela leitura e comentários sobre o artigo.
      É verdade, a literatura deveria ser parte fundamental na formação de qualquer indivíduo, pois forma cidadãos mais críticos e conscientes de seu papel na sociedade,e o letramento literário é uma ferramenta bastante interessante para que isso ocorra.
      Abraços, Desire.
      Cristiane

  13. A literatura é um instrumento eficaz para a transformação, pois através dela as pessoas poderão tornar-se conscientes e críticos de si e do mundo a sua volta. Acredito que o ideal seria aproveitar as diferenças, a fim de mostrar a diversidade como recurso e não como problema, dessa forma, as instituições escolares precisam reconhecer e valorizar a diversidade, resgatando e desenvolvendo
    atitudes individuais e coletivas contra o preconceito e a favor do respeito as diferenças.

    • Oi Gabriela.
      Obrigada por compartilhar suas ideias. Concordo com você quando diz que as diversidade é um recurso e precisa ser valorizada para se reconhecer as diferenças e individualidades na escola.
      Porém, ainda estamos longe, infelizmente, para que isso ocorra. Precisamos de mais discussões e debates sobre o tema, que ainda são poucas.
      Abraços.
      Cristiane.

    • Oi Gabriela.
      É verdade o que você diz sobre a diversidade ser um recurso, porém ainda estamos muito aquém disso. Faltam ainda muitos debates e discussões para que a diversidade seja efetivamente um recurso e um instrumento para a valorização das diferenças.
      Obrigada,
      Cristiane

  14. Muito bom o artigo! O trabalho com literatura desperta a essência, o valor e o sentido da vida. Ao contextualizar um tema tão significativo na atualidade, como as diferenças raciais, a criação literária dinamiza o pensar e a reflexão.

    • Oi Ana.
      Obrigada. Somente a literatura é capaz de provocar uma mudança que realmente provoque a transformação do indivíduo.
      E trabalhar as diferenças e individualidades reforça o caráter de “libertação” que a escola deve oferecer aos seus alunos.
      Cristiane

  15. Esse artigo é um dos melhores que li, pois é um texto muito bem construído e a temática sobre a diversidade na sala de aula é muito importante e atual. A Professora encontrou uma forma criativa de utilizar a literatura para desconstruir alguns padrões/preconceitos já estabelecidos em nossa sociedade. O interessante é que através do método utilizado, a autora consegue trabalhar não só a literatura, mas também o letramento crítico em sala de aula.

    • Obrigada Rúbia!
      Que bom que gostou!
      Trabalhar a literatura em sala de aula é muito prazeroso e gratificante, ainda mais com um tema tão instigante quanto a diversidade.
      O letramento literário esperta a criticidade dos alunos, ainda que pequenos. Vale a pena o trabalho.
      Abraços.
      Cristiane

  16. Prezada Cristiane, bom dia!

    O seu trabalho é bastante esclarecedor para todos os professores que possuem a mesma preocupação que você, o “Letramento Literário” e a “Humanização” no processo educativo.
    A demonstração da técnica e metodologia de trabalho em sala de aula é uma grande contribuição para que possamos utilizar o modelo oferecido por você, que dialoga com as teorias de letramento literário de COSSON, com as quatro etapas clássicas: motivação, introdução, leitura e interpretação.
    Além do diálogo com as teorias de letramento literário você trabalha com uma temática emergente muito importante: a Literatura Afrobrasileira!
    Sua proposta traz à tona uma prática conscientizadora de professores que buscam o caminho para a fruição literária objetivando a humanização e uma vida de mais qualidade e equidade social.

    Parabéns!

    • Oi Cynthia!
      O letramento literário realmente oferece uma gama bastante ampla para se trabalhar a literatura em sala de aula.
      Ele motiva o aluno ao aprendizado e à fruição pelo texto literário.
      E trabalhar uma temática tão importante quanto as relações étnico-raciais se torna muito gratificante quando apoiada em uma excelente prática.
      Abraços.
      Muito obrigada.
      Cris

  17. Bom dia Cristiane!
    Parabéns pelo seu trabalho. Sou contadora de histórias e pedagoga. A obra de Machado está no meu repertório há alguns anos. Acho que essa é um conto perfeito para oferecer as crianças o letramento literário e discutir as diversidades étnico-raciais em sua amplitude pois ela extrapola a questão genética e oferece a opção da identidade cultural.
    Fico muito feliz de ver professores realizando um trabalho tão bonito, cumprindo a Lei 10.639/03 de modo consciente e interessado.
    Espero que seus alunos façam ótimo proveito de suas aulas.

    • Oi Loyane!
      O livro trabalhado tem um significado muito especial para mim enquanto leitora, professora e mãe. Os outros livros da autora também são excelentes!
      O tema da diversidade racial precisa urgentemente estar mais presente nas escolas, e não apenas em momentos especiais, como o Dia da Consciência Negra, por exemplo.
      As crianças adoram o livro e muitas se veem representadas no texto.
      Obrigada.
      Abraços.
      Cris

  18. Cristiane,
    Confesso que fiquei um pouco confusa com a escrita do seu artigo. No entanto, o conteúdo dele é muito importante. Partir das experiências dos alunos para introduzir qualquer tipo de texto é essencial.
    O que achei mais especial em seu trabalho foi o reconhecimento de que a literatura pode nos levar a grandes reflexões sobre as diferenças, podendo transformar a nossa maneira de enxergar o mundo e a nós mesmos. Contribuir para a ampliação desse olhar também é papel da escola, o que torna seu trabalho tão bom.
    Um abraço,
    Lorraine

  19. Bom dia , Lorraine!
    O processo de escrita é realmente difícil e às vezes muito pessoal.
    Mesmo assim, obrigada pelas considerações.
    Abraços.
    Cristiane