Software Livre e sua utilização na Engenharia Elétrica

Os constantes progressos dos computadores vêm acompanhados pelo desenvolvimento de softwares de alta qualidade porém, com alto custo de aquisição e manutenção. Os softwares livres podem ser o caminho para as universidades divulgarem o conhecimento de uma forma mais democrática. No curso de Engenharia Elétrica, utilizamos vários destes softwares como o Linux, o Scilab, o LTSpice entre outros.

Autores: Edivar Brito SIlva Filho: edivarbrito em gmail.com

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

12 thoughts on “Software Livre e sua utilização na Engenharia Elétrica

  1. Boas dicas Edvar!

    Se a sua proposta de trabalho é descrever o que é LINUX e o que é SCILAB e suas potencialidades, o objetivo foi atingido. Contudo, o objetivo deve vir claramente delimitado na sua introdução para que o leitor saiba o que esperar do seu texto.

    Espero que aproveite as dicas e o diálogo com os leitores do evento.

    Carlos Castro / Comissão UEADSL 2011.1

  2. Edivar,
    Muito bom seu artigo. Achei bem legal a abordagem do uso de Softawares na Engenharia Elétrica.
    Parabéns.
    Bruna Saraiva

  3. Olá, Edivar!
    Sou da Letras e lí seu artigo para me informar a respeito do uso de SL em outras áreas. Desculpe, mas como leiga, gostaria de saber o que é o Matlab.
    Nunca precisarei de utilizar o SCILAB, mas se algum amigo precisar da dica, já posso informar.
    Um abraço,
    Ingrid

  4. Edvar, eu também faço engenharia elétrica e realmente o preço dos softwares acadêmicos são absurdos! Muito boa colocação…o scilab é “uma mão na roda”.

  5. Muito bom o artigo. Quando vi o título, logo me identifiquei por cursar Engenharia Elétrica. Meu primeiro contato com o Linux se deu durante o curso de engenharia, onde precisei utilizar os computadores do CCE da UFMG. Estes possuíam o Linux como sistema operacional e a principio tive algumas dificuldades, mas com o tempo passei a utilizar normalmente. Acho importante o uso do Softwares livres na engenharia elétrica, onde isto pode vir a reduzir os custos operacionais das empresas e com isso, reduzir os custos de projetos.

  6. O artigo, pelo título, despertou-me uma curiosidade, já que sou da área biológica, medicina, e queria saber como é a utilização de software livre na engenharia. Gostei da exeplificação dos dois sistemas abordados, LINUX, aplamente conhecido e o SCILAB. Como já conheco o LINUX, tinha mais curiosidade quanto ao SCILAB, já que minha irmã utiliza-o (Eng. Civil). Legal que conheci mais sobre e que deu para perceber que esse programa REALMENTE ajuda muito vocês em cálculos avançados e gráficos, já que, aqui em casa mesmo, percebo que os software da área pagos são muito caros, como você disse no artigo.
    Parabéns.

  7. Excelente artigo, parabéns. Em meu curso, Engenharia Mecânica, não tive nenhum contato com o Linux, porém por curiosidade acabei utilizando-o nos computadores do CCE na UFMG. No começo, tive algumas dificuldades, porém ao utilizá-lo várias vezes agente aprende e se acostuma com ele. O uso de softwares livres é de extrema importância não só na engenharia elétrica ou mecânica mas em qualquer curso superior.

    Abraço

  8. Olá Edivar,

    Também gostei das dicas e das informações sobre Linux. Seu artigo está bem escrito, mas como o Carlos pontuou, você deve delimitar seu objetivo logo na introdução. Senti falta da sua identificação, conforme as regras da ABNT, você deve se identificar no rodapé da primeira página, assim:

    Edivar Brito Silva Filho* e no rodapé *aluno da graduação do curso de engenharia elétrica da UFMG…

    Francine

  9. Olá, Edivar!

    Eu achei que você descreveu muito bem o que são os dois sistemas, mas me pareceu mais um manual de instruções. Achei que o seu desenvolvimento foi muito descritivo e pouco dissertativo, ou crítico, porque foram poucas as relações estabelecidas entre a engenharia e a tecnologia. Não vi problematização do tema, sobre formas de conciliar a ferramenta, de como melhor aproveitá-la no curso, quais os ganhos com a chegada dessa ferramenta, enfim, questões que poderiam ser mais bem exploradas.

    Olívia!

  10. Caro Edivar,

    seu artigo é bastante objetivo e mostra um belo exemplo de interação Sistema Operacional/Aplicativo bem sucedido para um determinado fim.

    Além deste citado, há vários casos onde não há necessidade real de ser adquirir softwares proprietários. Como aluna do Departamento de Ciência da Computação da UFMG, utilizo diversas ferramentas livres que não me trazem prejuízo algum em relação aos programas não-livres.

    Acho que cada curso deve ficar atento aos softwares livres específicos da sua área do conhecimento e fazer bom uso deles. Há muita coisa boa no mercado.

    Uma crítica construtiva: acho que seu título poderia ser mais claro!

    Att,

    Carolina Maia do Nascimento

  11. Edivar,

    Considero o artigo como todo bem feito, porém considero dispensavel a disposição de cada etapa feita por você. (introdução, corpo, conclusão).

    Concordo que o linux é um software que ganho forças em toda a parte, ainda mais para programadores independentes que necessitam de liberdade de manipulaçao dos sistemas operacionais. O artigo é um bom exemplo de como os dois programas, tanto o linux como o Scilab, podem ser usado não so na engenharia eletrica, mas na engenharia em geral.

    Atenciosamente,

    Daniel Saffran

  12. Muito bom seu artigo. O linux realmente é um software muito interessante devido suas aberturas e possibilidades de personalização. Tenho um amigo da engenharia elétrica e seu artigo será muito útil para ele, já que o mesmo precisará desses programas em um futuro bem próximo.

    Atenciosamente,

    Rodolfo Conti