Desenvolvimento do Brasil e a educação a distância

O Brasil tem se desenvolvido de forma rápida e sustentável no ponto de vista econômico e social através da diminuição da igualdade social. Um fator de extrema importância para a continuidade do desenvolvimento sustentável é o ensino. Nesse contexto está a EAD que entra como um fator preponderante principalmente para profissionais que não tem suficiente disponibilidade de tempo para enfrentar um curso presencial, mas quer investir em sua profissionalização.
Autores: Gregh: greghherthel em hotmail.com

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

23 thoughts on “Desenvolvimento do Brasil e a educação a distância

  1. Muito bom o artigo. Mas vocês não acham que o ensino a distância ainda deve implementar uma revolução? De modo a melhorar os cronogramas e facilitar ainda mais a inclusão social? Pelo que eu tenho lido, ainda existe um certo receio com relação o EAD, pois várias pessoas questionam os métodos e a interatividade confusa que alguns modelos de ensino possuem.É um ensino importante, como vocês mesmo disseram no artigo e deve realmente crescer neste tempo em que o tempo em si é mais escasso.
    Parabéns pelo artigo novamente!

  2. Eu também acredito que a EAD é uma ótima forma de aumentar o acesso as universidades, no entanto, como dito a cima, existe muito preconceito. Em uma entrevista acredito que um candidato que cursou presencialmente levará vantagem sobre aquele que cursou a distância. Esse preconceito, na minha opinião, deve-se ao fato dos meios de avaliações a distância serem “questionáveis”. Ao fazer uma prova pelo computador, se o aluno desejar, ele terá acesso a livros e informações que se fizesse presencialmente não teria. Creio que além de aumentar a disponibilidade de cursos a distância deve haver uma campanha para minimizar esse preconceito.

  3. Conheço algumas pessoas que fizeram graduação integralmente a distância e de fato, como falado no artigo, no diploma do curso não aparece que o curso foi feito à distância! Penso que isso é feito justamente para evitar o preconceito com o professional com esse tipo de formação, que muitas vezes pode ser igualmente ou mais competente que o professional que se graduou no modo presencial.
    Como citado no artigo, a EAD é uma ótima oportunidade de levar qualificação a locais onde não existem faculdades presenciais.
    No Vale do Jequitinhonha, várias pessoas estão adquirindo uma formação através desse tipo de política de incentivo, o que propicia, mais do que uma inclusão digital, uma inclusão social!

  4. O ensino à distância é uma ferramenta muito boa de facilitação ao acesso a informação. Mas devemos tomar cuidado com o nível de aprendizado que esse ensino pode proporcionar.O MEC deve fiscalizar muito bem os cursos credenciados por ele para não descreditar esse método tão prático.

  5. A EAD vem democratizar o acesso ao ensino. Se antes apenas membros provenientes de camadas ricas podiam estudar e formar-se em uma universidade, hoje pessoas de classes sociais mais humildes podem se formar e melhorar de vida. Com isso, quem sai ganhando é o país, que passa a ter mão de obra qualificada. Quanto mais pessoas estudando, maiores serão as chances de novas tecnologias serem desenvolvidas e novas descobertas virem a tona paramelhorar a qualdiade de vida de todos.
    Só faço uma ressalva,a creditoq eu os autpres tenham se confundido no resumo quando dizem “O Brasil tem se desenvolvido de forma rápida e sustentável no ponto de vista econômico e social através da diminuição da igualdade social”, acredito que seria da DESigualdade docial.

  6. O tema desse artigo foi muito parecido com o realizado pelo meu grupo.

    Somente acho que devemos ter cuidado quando utilizamos os recursos do EAD apenas no sentido de permitir que alunos sem condições sociais e com problemas que envolvam a distancia dos mesmos como mero escora de mesa. Isso poderia resultar em uma queda de qualidade, colocando o EAD como mero “assistente de estudos”. Eis aí o grande desafio a ser enfrentado no Brasil e seu uso do EAD.

  7. Oi Gregh,

    O tema do seu artigo é muito relevante, mas acho que a formatação do seu texto dificultou a leitura.

  8. Li o artigo por interesse no tema, já que também abordei EaD, mas especialmente na área médica. Gostei muito do elo que você criou entre a situação econômica do Brasil e a EaD, mas pensei achar mais fatores que comprovem que a EaD tem se comportado como um auxiliador no rápido crescimento econômico. Mesmo tendo lido o seu escrito e estudado para o meu, não li ou vi ainda comprovações reais, numéricas, de que a Ead, estremamente importante para o nível educacional do Brasil, foi e é um fator para análise do desenvolvimento brasileiro. Quem sabe se tivessemos número de pessoas empregadas após formação a distância, ou a área que elas estão atuando, assim podemos falar que realmente a EaD influencia no acelerado crescimento econômico atual.
    Parabéns.

  9. Antes havia preconceito e acreditava-se que só escolas
    presenciais poderiam oferecer um bom ensino.
    O Ensino a Distância realmente tem hoje muito mais
    qualidade e reconhecimento que a uns tempos atras.
    Também acredito que isso se deva ao desenvolvimento
    do país.

    Seu trabalho aborda uma questão interessante,
    parabéns.

  10. Alice sem dúvida nenhuma existe certo preconceito em relação aos cursos EAD, porém é algo normal afinal sempre criamos certa barreira ao novo. Mas a tendência, conforme já foi dito no trabalho é esse preconceito acabar e o ensino EAD ganhar mais espaço.

  11. Athena, de fato no certificado de conclusão do curso não há diferenciação entre o curso feito à distância ou presencialmente e muito bacana o exemplo citado do Jequitinhonha, o que prova que o ensino EAD é uma ferramenta eficaz de inclusão social.

  12. Alessandro e Bernardo concordo plenamente que o ensino EAD deve ser fiscalizado pelo MEC assim como o ensino presencial também. Todo tipo de ensino deve ser fiscalizado pelo poder público, só assim seremos uma potência.

  13. Ottom, citei sim alguns dados estatísticos que correlaciona o crescimento econômico do Brasil e o crescimento do ensino EAD. Foi também citado que os cursos EAD tem atuado muito na área tecnológica.

  14. Obrigado Thaina pelo elogio. Você entendeu exatamente a idéia do artigo: ensino EAD = possibilidade de maior especialização. Com profissionais mais especializados suprindo a demanda das empresas teremos um desenvolvimento tanto no social quanto na economia de nosso país.

  15. A educação a distançia é muito importante para o desenvolvimento de algumas áreas,contudo mesmo que existam inumeros meios eletronicos de interação entre as pessoas ,contudo do meu ponto de vista,nada poderá substituir a interação entre alunos e professores existente em uma aula presencial.Por exemplo,como uma pessoa se torna um engenheiro?não são as aulas de calculo pesado ,fluidos,térmica e materiais que nos tornam engenheiros,mas sim a interação com os professores,o jeito de pensar,de agir,de analisar e de chegar a uma conclusão.Isso não se aprende pela internet.EAD como complemento,sim!como curso completo,não!

  16. O ensino a distância com certeza vem ajudando pessoas que não possuem tempo ou vivem longe de uma universidade a fazer um curso superior, o que, seguramente, é muito importante para o desenvolvimento do nosso país. Parabéns pelo trabalho!

  17. É muito interessante perceber como o EAD completa essa evolução do país, acrescentando mão de obra qualificada em um mercado aquecido. Mas o MEC deve fiscalizar bem esses cursos de ensino a distância, para que as pessoas que o fizerem adquiram um conhecimento equivalente ao concebido pelo curso presencial.

  18. Eu gostei muito do escritor do artigo ter colocado em evidência a importancia do EAD para ajudar no desenvolvimento do Brasil.Além disso ele mostrou que diferente do que as pessoas pensam, as pessoas que formam através do EAD(a maioria faz o ensino à distância por não ter tempo disponível para se dedicar a um estudo presencial) não são sempre menos competentes que as que formar por um curso totalmente presencial.PARABÉNS GREGH!!!

  19. Em concordo com o autor quando ele afirma que é sobre a iportãncia do EAD e que ele po de ser uma ferramenta importante para suprir a carÊncia de mão de obra especializada. No entanto, este tipo de ensino ainda não esta consolidade e acredito que serão necessários alguns anos para que esta consolidação aconteça. Aliadi a isso esta a falta de disciplina e autonomia do povo brasileiro para gerir o seu prazo. Acho que esta modalidade ainda precisa, e muito, de amadurecer, mas sem dúvida é um tendÊncia mundial.

  20. Gregh,

    Boa noite.

    Creio que a EAD seja muito importante neste contexto educacional em que vivemos hoje pois atenua a diferença do acesso à educação no que se refere às questões sociais.

    Parabéns!

    Bruna Saraiva

  21. Parabéns por ressaltar a importância desses softwares na vida das pessoas. Creio que falta muito o que aprimorar nesse tipo de educação, mas tenho certeza que rapidamente o Brasil irá desenvolver e popularizar esse tipo de educação. Parabéns pelo artigo!

  22. Parabéns,
    muito bom o artigo,esclarece um pouco a importancia que os softwares tem nas vidas das pessoas.

  23. Parabéns pelo artigo, os softwares livres estão permitindo a integração de mais pessoas no mundo digital e permitindo a graduação de muitas através dos mesmos. Mas o Brasil ainda tem muito o que caminhar nesse sentido.