maio 21

Open source: uma nova desconstrução de paradigmas na educação moderna

O artigo analisa a Educação Aberta (EA) no Brasil, traçando um comparativo entre o ensino presencial e o uso da EA por meio de iniciativas de instituições de ensino, sejam públicas ou privadas. O estudo traz a referência do site ?Open Source? como um instrumento de EA.
Autores: Paloma Bernardino Braga
Guilherme Alvarenga Torres

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

maio 21

As diferenças entre Software Livre e Software Aberto: diferenças e convergências

Esse trabalho tem como finalidade enumerar as principais diferenças entre Software Livre e Software Aberto e apontar quais são seus principais usos e aplicações no Ensino a Distância. Serão comparadas as licenças de dois softwares, um livre e um aberto, utilizados no ambiente acadêmico. Dessa forma faremos a definição de cada termo para posteriormente realizar uma discussão relacionando os itens pesquisados e mostrar como estes se diferenciam e se assemelham para os usuários.
Autores: Mayra G
Kelly Cristina de Souza

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

maio 21

Liberdade virtual à luz do letramento crítico: o professor como agente transformador

Com base na leitura de textos relacionados aos temas em questão e nas práticas adotadas no ensino de língua estrangeira, este artigo visa apresentar e discutir as possibilidades de abordagem nas quais o letramento digital seja feito à luz do letramento crítico, viabilizando discussões em aula sobre a importância da liberdade virtual, de modo que o professor seja um agente multiplicador no processo de adoção de ferramentas que levem a liberdade aos usuários de tecnologia.
PALAVRAS-CHAVE: letramento digital, letramento crítico, tecnologia e ensino de língua estrangeira, liberdade virtual, professor.
Autores: Ester Guimarães Teixeira

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

maio 20

Leitura: ensaio de um aprendizado

Leitura: ensaio de um aprendizado

Autora: Jane da Silva Coelho

O presente Ensaio trata de um trajeto de aprendizado a partir das leituras de autores da Literatura brasileira e um pouco de filosofia, perpassando pelas fases desde os clássicos até os contemporâneos, chegando no atual contexto da tecnologia digital, que levanta a questão da atuação da Literatura neste universo tecnológico. É um relato sobre momentos prazerosos na adolescência que percorreu até a fase adulta nas leituras dos romances, na descoberta da poesia e pensamentos filosóficos. Foi um percurso repleto de aprendizado que teve influência em minha formação intelectual e pessoal.

Palavras chaves: literatura, romance, poesia, aprendizado

Autores: Jane da Silva Coelho

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

maio 20

A multimodalidade no contexto da EAD

A EaD vem ganhando espaço no contexto de ensino e aprendizagem brasileiro (COMASSETO, 2007) proporcionando ao aluno aprendizagem autônoma e rápida. Para tanto é necessário que o usuário domine o espaço no qual se insere para o desenvolvimento das atividades. Assim, é necessário, o conhecimento de que ali vários elementos verbais e não verbais são agrupados, o que torna necessário o conhecimento de multimodalidade proposta por Kress e Van Leeewen (2003) que consiste na utilização de vários modos semióticos articulados.
Autores: Marcela Aparecida Toledo Milagres Duarte

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

maio 20

O uso pedagógico do Tablet na escola

O objetivo desta pesquisa é investigar o uso pedagógico das tecnologias
digitais na educação. Para tanto, pretende-se verificar o impacto do Programa
Nacional de Tecnologia Educacional (PROINFO) nas escolas da Rede
Estadual de Minas Gerais. Trata-se de um programa que pretende promover o
uso pedagógico das tecnologias nas escolas. A relevância desta pesquisa está
em compreender dados relativos a sua implantação nos municípios mineiros
como também conhecer e analisar o uso do tablet nas práticas adotadas pelos professores no Ensino Médio.

Palavras-chave: PROINFO, Educação Tecnológica, Tablet; Ensino Médio.
Autores: Maurício Vieira

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

maio 20

A utilização de softwares livres e acervos digitais no estudo das línguas clássicas na universidade

O presente estudo pretende analisar os benefícios da utilização de softwares livres e acervos literários digitais para o aprendizado de línguas clássicas como o latim e o grego, levando em conta a relativa escassez de material didático e literário para o aprendizado e o contato com tais idiomas. Metologicamente, serão identificados e analisados os instrumentos digitais voltados especificamente para o estudo das línguas clássicas, confrontando-os com o material de estudo tradicionalmente posto à disposição dos estudantes. Objetiva-se, ao final, evidenciar as vantagens trazidas pela utilização dos referidos instrumentos digitais para o estudante universitário das línguas clássicas.
Autores: Bruno Scomparin Pereira

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

overlord59-tux-neo-matrixEste artigo recebeu Menção Honrosa pela Comissão Científica do UEADSL2015.1

maio 20

Práticas Sociais e Letramento Digital dos Alunos do Ensino Médio

Pretendemos através com esse trabalho levantar os aspectos relacionados ao letramento digital dos alunos do Ensino Médio, relacionando suas práticas sociais que se dão em meios virtuais ou não, com as atuais propostas escolares de letramento digital. Para tal, realizaremos uma pesquisa bibliográfica, levantando trabalhos que abordem temáticas que envolvam as relações entre: tecnologia e escola, jovem e tecnologia, e ainda acerca dos processos de criação e reprodução da tecnologia na sociedade brasileira.
Autores: Judson Tulio Silva Evangelista

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

overlord59-tux-neo-matrixEste artigo recebeu Menção Honrosa pela Comissão Científica do UEADSL2015.1

maio 20

Letramento Digital  no Ensino Médio: explorando as tecnologias em sala de aula

Letramento Digitalno Ensino Médio: explorando as tecnologias em sala de aula
Resumo:
Com os avanços das tecnologias, várias mudanças ocorrem em nosso modo de relacionar e conviver em sociedade. Letramento Digital pode ser entendido como a capacidade de lidar com as tecnologias e mídias digitais. Envolve também as habilidades para construir sentido a partir de textos multimodais, isto é, textos que mesclam palavras, elementos pictóricos e sonoros numa mesma superfície. Além disso, pode-se afirmar que o letramento digital inclui também a capacidade para localizar, filtrar e avaliar criticamente informações disponibilizadas eletronicamente. A partir desta contextualização, este artigo pretende investigar as práticas de letramento digital implantada em escolas públicas no Ensino Médio, refletindo sobre suas implicações e possíveis resultados, tendo como fundamento a literatura disponível sobre o assunto.
Palavra chave: Letramento Digital – Ensino Médio – Tecnologia e sala de aula
Autores: Rayana Alves de Almeida

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

maio 20

Um mestre, por favor!

Onde foi que deixei meus mestres? Tive vários, alguns poderosíssimos. O mais importante deles se foi pra outra dimensão há mais de dez anos e até hoje ele “aparece”, igualzinho nos filmes do Skywalker, com revelações. Antes de ir pra lá ele era bem mais compreensível. Ou será que os meus problemas é que ficaram mais complexos, de modo que respostas diretas não ajudam mais? Enfim, no bar, no chat, nos sistemas de busca online… procura-se um mestre, por favor!
Autores: Ana Cristina Fricke Matte

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui