dez 04

Cultura livre, direito à informação e suas implicações sociais

O movimento Cultura Livre abre novas possibilidades de compartilhamento e disseminação da informação. As licenças criativas flexibilizam os direitos autorais à medida que dão ao autor da obra a liberdade de escolher como irá disponibilizá-la. O direito à informação vem sendo discutido de forma mais veemente nos últimos anos e, como consequência, vimos o surgimento da chamada Lei de Acesso e a criação do projeto de lei do Marco Civil da internet, ainda em tramitação. É a partir deste cenário que este estudo discutirá as novas formas de acesso e suas implicações para os usuários, autores e profissionais da informação. A metodologia utilizada para realização deste estudo será uma reflexão a partir da leitura e análise de artigos, livros, legislação e acesso a sites que tratem do tema.
Autores: Ney Lúcio da Silva
Narjara Soalheiro Ferreira
Stefânia da Conceição

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

dez 04

Software livre: por que usar?

Os softwares livres estão ganhando importância na medida em que cresce o número de programas oferecidos que atendem a essa proposta. Apesar disso, vários universitários ainda não utilizam essas ferramentas. Algumas possíveis razões são a resistência a testar algo novo e a falta de conhecimento sobre os programas existentes e sobre suas propostas desses programas. Outro grande empecilho é a associação de um bom software somente a um software pago, já que culturalmente a qualidade de um produto é muitas vezes associada ao seu custo.

O software livre tem objetivos nobres como a disseminação irrestrita do conhecimento e da informação. Uma grande vantagem oferecida é a possibilidade de edição do código fonte, que permite ao usuário adaptar o programa a sua realidade. Ainda assim, é necessário conhecimento sobre programação para usufruir do seu potencial. Diante disso, apresentam-se vantagens e desvantagens do uso do software livre.
Autores: Luísa Vieira França
Thais Bastos Miranda
Nayara de Almeida Pereira
Alice Carvalho Lascasas

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

dez 04

Liberdade gera conhecimento

Liberdade gera conhecimento
Software Livre é, de acordo com a Free Software foundation, o software que pode ser usado, copiado, estudado, modificado e redistribuído sem restrição. Isso significa que qualquer indivíduo tem liberdade em modificar ou distribuir o programa em questão, sem se preocupar com possíveis problemas de direitos autorais. Dessa forma, universitários, professores e profissionais qualificados teriam acesso às inúmeras informações de maneira mais rápida e econômica, e assim, poderiam gerar muito mais conhecimento que hoje se tem.
Atualmente, diversos artigos e periódicos não são disponibilizados para professores ou alunos, a não ser por pagamento de taxas. Isso é um empecilho para o avanço do conhecimento no meio universitário, pois um dos principais meios de estudo e pesquisa que se tem é a busca por artigos. Portanto, é indispensável o uso do software livre para o avanço do conhecimento e para o surgimento de inovações.

Autores: Lucas Vieira Lara
Cristiana Peixoto Siebra de Brito
Cristiano Barcelos Fernandes

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

dez 04

Música e internet: uma expressão da Cultura Livre.

Atualmente,com a presença marcante das tecnologias,torna-se necessária a discussão acerca das mudanças que vêm ocorrendo na sociedade.As tecnologias e,principalmente,o uso da internet fazem cada vez mais parte do cotidiano,contemplando dimensões como trabalho,estudo e lazer.A difusão da Cultura Livre,nesse contexto,é a pretensão deste texto.Sendo tal temática muito complexa,torna-se relevante um recorte para aprofundamento:refletir sobre as novas tecnologias de compartilhamento,em especial,a modalidade referente à música.Nesse viés, cabe verificar como vem ocorrendo a disseminação das produções musicais no Ciberespaço,no que diz respeito ao acesso,difusão e compartilhamento.A intenção é detectar e problematizar como a música se propaga no espaço da Cultura Livre/Ciberespaço e como a mesma vem modificando as relações entre produtores e consumidores.A Cultura Livre, no que se refere ao compartilhamento das produções musicais,ainda é incipiente,porém,tem um futuro promissor.
Autores: Auta Rodrigues Moreira
Lilian Braga Carmo
Irene Guerra Salles
Luana Roberta Salazar

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

Este artigo recebeu Menção Honrosa pela Comissão Científica do UEADSL2012.2.

dez 04

Educação à Distância e o acesso ao curso superior

Educação a distância é uma modalidade de educação mediada por tecnologias e ocorre de forma em que alunos e professores ficam em espaços separados. O avanço tecnológico permite que esse processo ocorra mais frequentemente e o uso da internet facilita consideravelmente a troca de informações entre alunos e professores. A partir de uma revisão na literatura, este trabalho visa esclarecer sobre a educação a distância, confrontando-a com o curso presencial. Apesar do enfraquecimento das relações interpessoais, é evidente que as facilidades que esse recurso proporciona são capazes de tornar ainda maior a procura por um curso superior. A praticidade do ensino e a comodidade motivam a procura pela educação a distância, promovendo uma maior disseminação do conhecimento. Apesar disso, a técnica ainda apresenta falhas que devem ser melhoradas de forma a garantir que esse tipo de ensino tenha a mesma credibilidade de um curso presencial.

Palavras-chave: educação à distância, avanço tecnológico, praticidade e comodidade, credibilidade.
Autores: Michelle Dias Alves
Rafael Fonseca Ferreira
Mariana Marques Pinheiro
Arthur Rocha Palmeira

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

dez 04

Democracia do conhecimento: o fim do PhDeus?

Hoje com as novas tecnologias o comportamento e interação tem mudado drasticamente. A informação é onipresente. Já não mais possível “esconder” verdades, mitos e qualquer outra coisa. Está ai; disponível. O impacto na juventude que já acordou, literalmente, ligada vai desde a relação com hierarquia, interação social e consumo de informação. Como será que essas transformações já estão impactando uma estrutura, educacional que já aponta a década sinais de colapso?
Autores: Andre Rabelo Sousa
Vitor de Vasconcellos Castro

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui