maio 06

Como definir a liberdade na internet?

Alguns poderiam dizer que ter liberdade na internet seria a não proibição de acesso a nenhum conteúdo. No entanto, em todo sistema há regras, para que até se viabilize o seu funcionamento. Há censura para conteúdos para menores de idade, atos criminosos como roubo, propaganda enganosa, terrorismo, entre vários outros previstos em leis.
O calo dolorido da questão da liberdade na internet está nos direitos autorais sobre os conteúdos criados. Difícil tomar partido nas disputas entre os dois campos, mas também, impossível não concordar com a facilitação que o compartilhamento dos conteúdos proporciona. Atualmente, temos visto a tentativa de órgãos regulamentarem o controle sobre a pirataria. A intenção é conseguir diminuir a ação do compartilhamento sem autorização do autor ou do dono sobre seus direitos autorais. Mas como fazer isso? É o que esses órgãos estão querendo estabelecer com cada país. Qual será a posição do Brasil neste cenário?

Autores: GISELE LUCOWICZ COSTA
Amanda Lima Soares
Lígia Kimberly Rouanet de Oliveira
Ana Luiza Rezende de Sousa

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui

maio 06

Anonimidade – Uma das mais Expressivas Entidades da Internet Livre.

Este texto trata das perguntas: O que significa a anonimidade para o ser humano? Nós somos realmente vítimas de nosso próprio ego quando não sujeitados a regras e censuras? Somos incapazes de fazer o bem se não formos obrigados? Quem afinal de contas são os seres humanos quando eles podem ser apenas aquilo que verdadeiramente querem ser em algum momento?

O texto defende que a anonimidade como ferramenta de auto-conhecimento e de experimentação do mundo humano em comunidades bem definidas permite experiencias únicas e valiosas que certamente acrescem aos leitores e são até mesmo uma forma de auto-terapia, ou ainda terapia em grupo para cada usuário.
Autores: Vinícius Veloso de Mello Garcia

Leia o ARTIGO COMPLETO aqui